Consiste em ligar o positivo do subwoofer na saída positiva do canal esquerdo e o negativo do subwoofer na saída negativa do canal direito, ou vice-versa.

Essa ligação não é aceita em módulos do tipo Booster

Em alguns amplificadores é necessário mover chaves e configurar crossovers. Verifique sempre seu manual.

Assim você tem uma saída mono com cerca de 3 vezes mais potência do que uma ligação comum em estério.

A maioria dos amplificadores aceita uma mínima impedância de 4 Ohms nesta ligação, mas em alguns amplificadores, chamados de alta corrente, podemos ligar uma associação de subwoofer com 0,5 ohms podendo chegar até 10 vezes mais de potência fornecida pelo amplificador comparando com uma ligação comum em 4 Ohms (caso do Audio Art 100Hc).

Em alguns amplificadores como o 4.6x da Rockford Fosgate é necessário inverter a polaridade do subwoofer em relação à polaridade de saída do amplificador caso esteja utilizando crossover passa-alta para os falantes da frente e passa-baixa para o subwoofer.

verifique sempre o manual do amplificador para se certificar se ele aceita este tipo de ligação e como fazer a correta ligação em modo Bridge.

Geralmente os amplificadores MOSFET trabalham com tensões de 28 volts a 0 volts e 0 a +28 volts na ligação estério (2 canais) e na ligação estério (2 canais) e na ligação bridge (1 canal) a tensão varia de -28 a +28 volts.